Portal Tudo - tudo.com.vc

Jundiaí

Jundiaí é líder na região em batidas de carros e motos em postes

Jundiaí é líder na região em batidas de carros e motos em postes
  • Compartilhe

A cidade de Jundiaí (SP) é líder na região em acidentes de carros e motos que batem em postes, segundo especialistas do trânsito.
 
Ainda de acordo com os especialistas, o principal motivo dos acidentes é o excesso de velocidade. Do começo do ano até agora, mais de 200 postes foram atingidos na cidade.
 
Nos últimos dois anos, o número se manteve e está à frente de todas as cidades das regiões de Jundiaí, Sorocaba e Santos.
 
Sorocaba está na segunda colocação. Em 2018, os motoristas acertaram 147 postes. Em 2019, foram 116.
 
"Infelizmente as pessoas não dirigem como deveriam, não dão seta, entram sem olhar, dirigem no meio da rua, é muita desatenção", lamenta Sérgio Giannetti, que é representante comercial.
 
Em março, por exemplo, um caminhão carregado de fitas adesivas perdeu o freio e atingiu o poste e a fiação elétrica, na Avenida Armando Giassetti, em Jundiaí.
 
O diretor de Trânsito da cidade, Wlamir Costa, aponta dois motivos que levam a cidade a manter o título. "A perda do controle mais a força que ele atinge o poste são resultantes de velocidade. Isso nós temos certeza: que a velocidade é a principal causa deste tipo de acidente", diz.
 
A cidade está há mais de quatro anos sem radares de velocidade. A instalação dos equipamentos, que deve ocorrer no primeiro trimestre do ano que vem, pode reduzir o número de acidentes envolvendo postes. O que muita gente não sabe é que o motorista deve pagar pelos danos causados.
 
 
"O preço varia, dependendo do tipo de poste, mas começa a partir de R$ 1.500, R$ 3 mil, e esse valor pode subir mais ainda, inclusive as outras empresas de telefonia e dados que ocupam estes postes também apresentam um custo da manutenção delas. Não é exagero falar que o valor pode chegar a R$ 10 mil", explica Fernando Nascimento, que é gerente da concessionária de energia.
 
O diretor de Trânsito diz ainda que a sinalização é reforçada toda vez que os dados apontam maior incidência de acidentes relacionados a postes.
Fonte: G1

Autor

Ver todos os posts

Redação tudo.com.vc

Comentários

Anuncie Aqui

Mais Lidas

Assine nossa newsletter

Conteúdo direto para você

Faça parte da nossa lista de transmissão!

11 97066-9728

Cadastre o nosso número em seus contato, envie uma mensagem pra gente e receba as últimas notícias diretamente em seu celular.