Portal Tudo - tudo.com.vc

Jundiaí

Jundiaí está entre as 10 melhores cidades do Brasil para viver com os filhos

Jundiaí está entre as 10 melhores cidades do Brasil para viver com os filhos
  • Compartilhe

A principal prioridade de quem forma uma família é dar uma boa vida aos filhos. Pensando nisso, a Delta Economics & Finance (DEF) realizou um estudo para a Revista Exame com o intuito de desenvolver um ranking com as melhores cidades para criar os filhos no Brasil.

São vários os fatores que podem influenciar a realização deste objetivo. Assim, foram analisados para o estudo o custo de vida, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) municipal e a taxa de violência de cada cidade. Além disso, foram levadas em consideração outras 48 variáveis a respeito das condições que cada cidade oferece às crianças e adolescentes em relação à educação, cultura, segurança pública, longevidade e infraestrutura de saúde.

Conheça a seguir as 10 melhores cidades para criar os filhos no Brasil:

10. Curitiba (PR) | Nota DEF: 32,98

Os habitantes da capital do Paraná são formados principalmente por descendentes de imigrantes vindos da Alemanha, Polônia, Ucrânia e Itália. A cidade conta com grandes parques e o melhor sistema de transporte público do país. Pelos índices da área de saúde, 95,4% das crianças menores de 1 ano têm a carteira de vacinação em dia, assim como o índice de desnutrição entre crianças até 2 anos é de 0,5%. Além disto, 99,5% dos jovens entre 15 e 24 anos são alfabetizados.

9. Joinville (SC) | Nota DEF: 33,18

Uma das cidades com o maior índice de desenvolvimento humano do país (0,809). No estudo conduzido pela Delta Economics & Finance, Joinville alcançou melhor destaque nos índices de Educação e Desenvolvimento Econômico. Considerando que conta com a melhor educação do Estado de Santa Catarina, reconhecida pelo Ministério da Educação, não é de se admirar o bom resultado.

8. Maringá (PR) | Nota DEF: 33,20

A cidade paranaense com o melhor resultado do Estado é conhecida por ser uma das cidades mais limpas e arborizadas do país. Maringá foi construída seguindo o projeto urbanístico de Jorge Macedo de Viera para ser uma cidade-jardim. A Universidade Estadual de Maringá é uma das melhores do Estado. A cidade conta ainda com o maior festival de música do sul do país.

7. Bauru (SP) | Nota DEF:33,48

Bauru destacou-se principalmente pela variável domicílio, que avaliou a quantidade de casas com água encanada, energia elétrica, o serviço de coleta de lixo e etc. A cidade obteve uma pontuação de 4,91 de um total de 5,0. Distinguiu-se ainda na área da Educação, contando com um índice de 99,2% de jovens alfabetizados maiores de 15 anos.

6. Jundiaí (SP) | Nota DEF: 33,65

Contando com cerca de 350 mil habitantes, nos resultados de Jundiaí destaca-se o desenvolvimento municipal, mas principalmente, a educação com índice de 7,81. A região conta ainda com uma das maiores áreas ambientais protegidas no Estado de São Paulo, a Serra do Japi.

5. Santo André (SP) | Nota DEF: 33,90

Integrante do ABC Paulista, Santo André é a cidade com melhor desempenho na variável governança. Isto se deve graças às políticas públicas para as mulheres adotadas pelo município e às dinâmicas recomendadas pela ONU em relação ao desenvolvimento sustentável.

4. Blumenau (SC) | Nota DEF: 33,94

Tendo como maior destaque o desenvolvimento econômico, Blumenau também apresentou notas altas no quesito bem-estar e educação. Com uma herança alemã muito forte, é a sede da maior festa Oktoberfest do país e também apresenta muitas construções feitas com a técnica enxaimel, uma tradição arquitetônica alemã.

3. Vitória (ES) | Nota DEF: 34,52

Com o maior destaque na área de saúde do Top 3, a capital do Espírito Santo acumula bons resultados também em outros rankings. Vitória é apontada como a 2ª melhor cidade para se viver no Brasil por um estudo publicado pela ONU em 2015, possui o 5ª melhor Índice de Desenvolvimento Humano do país e, segundo a Revista Exame, tem o melhor capital humano nacional.

2. Santos (SP) | Nota DEF: 35,46

Em Santos está situado o maior porto da América Latina, portanto boa parte da sua economia está relacionada com atividades portuárias. A cidade conquistou a segunda posição na lista por apresentar um grande desempenho nos índices de educação. Em especial ao que diz respeito à expectativa de anos de estudo aos 18 anos, ao Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e à baixa taxa de analfabetismo.

1. Florianópolis (SC) | Nota DEF: 36,52

Não só a capital catarinense é a melhor cidade para se criar os filhos pela Delta Economics & Finance, como também é a cidade que apresenta o melhor IDH do país. Com a economia concentrada nas áreas de tecnologia e de turismo, a cidade se destacou pelos índices de desenvolvimento econômico e educação. Sem falar das belas praias!

(Fonte: Maiores e Melhores. Imagem: Leandro Souza. Capa: Prefeitura de Jundiaí)

Autor

Ver todos os posts

Redação tudo.com.vc

Comentários

Anuncie Aqui

Mais Lidas

Assine nossa newsletter

Conteúdo direto para você

Faça parte da nossa lista de transmissão!

11 97066-9728

Cadastre o nosso número em seus contato, envie uma mensagem pra gente e receba as últimas notícias diretamente em seu celular.